» Pré-Inscrições para o XIII Futsal AJITER;                                                » Conhece aqui todas as parcerias do Cartão AJITER;                                                



Qual a sua opinião acerca da "AJITER (EM) REVISTA"?

Gostei Muito (82)

Gostei (16)

Indiferente (0)

Não Vi (22)

Detestei (10)

Não Gostei (2)


XIII Torneio de Futsal AJITER

    Visitar AJITER no Twitter

    Estrangeiros na Terceira para aprofundar formação associativa
    PRAIA DA VITÓRIA Iniciativa "Facilitation Skills for youth workers and NGO Leaders" decorre de 9 a 18 de março na Academia da Juventude e das Artes da Ilha Terceira
    A AJITER vai trazer para a ilha 30 jovens estrangeiros relacionados com a área do associativismo juvenil para formação e troca de experiências.
    Trinta profissionais e dirigentes associativos ligados à juventude, provindos de nove diferentes países, reúnem na ilha Terceira entre os dias 9 e 18 de março, para uma formação internacional organizada pela Associação Juvenil da Ilha Terceira (AJITER).
    O projeto, intitulado "Facilitation Skills for youth workers and NGO Leaders" ("Competências de Facilitação para Trabalhadores Juvenis e Líderes Associativos"), é um dos mais relevantes e ambiciosos alguma vez organizados por aquela associação, segundo o seu presidente Décio Santos, ajudando a cimentar a rede de parcerias estabelecida com outras organizações internacionais.
    Ao apresentar o projeto, Décio Santos identificou os principais objetivos como sendo a "capacitação dos profissionais e jovens líderes em matéria do trabalho com jovens", o "incentivo à construção e definição de laços de cooperação", a possibilidade de "dinamização da economia local em tempo de época baixa" e a contribuição "para as estratégias regionais de divulgação e promoção da notoriedade dos Açores".
    Os países aderentes são o "Reino Unido, Itália, Hungria, Espanha, Croácia, Grécia, Roménia, Lituânia e Portugal", sendo que os trinta participantes têm "idades compreendidas entre os 23 e os 42 anos" e foram selecionados "de um universo de 150 candidaturas e manifestações de interesse".
    Para a ilha Terceira, estão reservados três lugares neste projeto, os mesmos que nos restantes países, já que, segundo Décio Santos, "não temos benefícios adicionais por sermos anfitriões". Os jovens terceirenses interessados, e com os devidos requisitos, podem candidatar-se através do sítio Web da AJITER.
    Esses requisitos necessários para aceitação na formação baseiam-se no facto de o interessado desenvolver um trabalho ligado à juventude ou de ser um dirigente associativo relacionado com os jovens. "Não quisemos ter pessoas com um currículo brilhante", explicou Décio Santos, já que a ideia é formar profissionais e dirigentes "em fase de iniciação".
    As atividades do projeto decorrerão na Academia da Juventude e das Artes da Ilha Terceira, na Praia da Vitória, sendo que os participantes ficarão instalados no centro daquela cidade.
    Explicou Décio Santos que a escolha se deveu ao facto de a AJITER querer "descentralizar as suas atividades ao máximo", variando a situação dos seus projetos na ilha (quatro, contando com este) entre os dois concelhos.
    Este projeto internacional da AJITER está enquadrado e é financiado pelo novo programa europeu de mobilidade e aprendizagem (Erasmus+ Juventude em Ação) para o período 2014-2020, fazendo parte dos vários projetos daquela associação com parceiros internacionais.
    Segundo o presidente da associação, e do ponto de vista dos projetos de envio, está também prevista para breve uma "seleção de participantes para sete experiências de mobilidade no estrangeiro", aliando-se aos dois grupos de jovens já enviados pela AJITER para a Croácia e Itália.

    Jornal Diário Insular
    Domingo, dia 08 de Março de 2015

    imprimir     enviar mail

    voltar à página imprensa

    Palavras Chave: